Sessões de Ramadan com Shaikh Ibn Uthaimin (Dia 28)

Dia Vinte e Oito: O Zakatul Fitr
Shaikh Muhammad Bin Salih Bin ‘Uthaimin

Meus irmãos: Este nobre mês está quase no fim, então quem foi bom neste mês, que louve Allah e quem não foi, que se arrependa a Ele. De fato, Allah tornou obrigatório terminar este mês com o zakatul fitr antes da oração do Eid, falaremos detalhadamente sobre isso. 

Quanto à sua regra, é uma obrigação que nos foi imposta pelo Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), e tudo o que ele nos obriga ou ordena é considerado como algo que nos é imposto por Allah (louvado e glorificado seja). Como Allah (louvado e glorificado seja) diz: “Quem obedece ao Mensageiro, com efeito, obedece a Allah...” (4:80). E é uma obrigação para os jovens e velhos, homens e mulheres, homens livres e escravos dentre os muçulmanos. Abdullah bin 'Umar (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tornou obrigatório o zakatul fitr do Ramadan, um saa’ de tâmaras ou cevada para o escravo, homem livre, homem, mulher, jovem e velho dentre os muçulmanos" (Muttafac alaihi).

Não é obrigatório pagar pelo bebê que ainda está no útero da mãe, mas se isso for pago intencionando as recompensas, tudo bem. Uthman (que Allah esteja satisfeito com ele) costumava pagá-lo. Cada pessoa é responsável por pagar por si mesma, se não puder, sua família poderá pagar por ela. Quem não puder dar um saa’, pode dar menos, como Allah (louvado e glorificado seja) diz: "Então, temei a Allah quanto puderdes". E o ditado do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): “Se eu vos pedir algo, fazei da melhor maneira possível” (Muttafac alaihi).

Quanto à sabedoria por trás do pagamento do zakatul fitr, é um sustento para os pobres e os impedirá de implorar no dia do Eid. Eles serão capazes de se juntar às pessoas ricas em sua felicidade, e será Eid para todos. Isso também torna a pessoa mais generosa, purifica o jejum dela e completa quaisquer deficiências. Também mostra uma maneira de agradecer às bênçãos que Allah nos concedeu, por terminar o jejum e adorá-Lo neste mês.

Ibn 'Abbas (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tornou o zakatul fitr obrigatório para a pessoa em jejum como uma purificação dos pecados cometidos durante o jejum e para alimentar os pobres, para quem o pagar antes da oração do Eid, então é um zakah aceito e, quem o der após a oração do Eid, será considerado caridade” (Abu Dawud, Ibn Majah).

Deve ser dado na forma de alimento humano, como tâmaras, arroz, passas ou outros tipos de alimentos para os seres humanos. O zakatul fitr foi pago em tâmaras ou cevada durante esse período porque esse era o alimento que eles costumavam comer. Abu Sa'id al Khudri (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Costumávamos dar, no dia do fitr, durante o tempo do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) um saa’ de comida, e nossa comida era cevada, passas, queijo e tâmaras" (Bukhari).

Portanto, não é permitido dar ração animal, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) vinculou esta obrigação à alimentação aos pobres e não aos animais. Tampouco devem ser dadas roupas, cobertas e coisas do gênero, apenas alimento para seres humanos, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ofereceu apenas comida, e não devemos oferecer outra coisa.

Não é permitido dar a equivalência dos alimentos (como o valor equivalente em dinheiro). Isso seria algo diferente do que o Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: "Quem quer que faça algo que não seja nosso, será rejeitado" (Muslim). Também dar a equivalência é contra as ações dos Sahaba (que Allah esteja satisfeito com eles), já que costumavam pagá-lo com um saa’ de comida. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Cabe a vós seguirdes o meu caminho, e o caminho dos califas bem guiados após mim” (Ahmad, Abu Dawud, Ibn Majah, Tirmidhi). O zakatul fitr é um ato obrigatório que é muito específico, portanto, não é permitido dar de outro modo que não tenha sido especificado, assim como não é permitido dar em outro momento que não seja o seu tempo específico. É algo dado diante de todos, publicamente, não como dinheiro que é dado secretamente entre quem dá e quem recebe. O saa’ deve ser dado nos termos de medidas do tempo do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e ajustado às medidas de hoje.

O momento em que se torna uma obrigação é a noite do Eid. Portanto, se alguém morre antes do pôr do sol, mesmo que seja dois minutos antes, não precisa pagar. Mas se alguém morre após o pôr do sol, mesmo dois minutos após, então isso deve ser pago em seu nome. Além disso, se alguém nascer antes do pôr-do-sol, deve ser pago por ele.

Quanto aos horários para dar o zakah, há dois: um horário que é preferido e um horário que é permitido.

Quanto ao horário preferido, é a manhã do Eid antes da oração. Como o hadith de Abu Sa'id al Khudri que menciona que costumavam dar o zakah no dia do fitr, e o hadith de Ibn 'Umar que diz que o Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava ordenar que o zakah fosse dado antes que as pessoas saíssem para a oração do Eid (Muslim). Por esse motivo, é bom adiar a oração do Eid para que as pessoas tenham tempo para distribuir o zakah. Quanto ao horário em que é permitido, isso ocorre antes do Eid em um dia ou dois.

Não deve ser dado após a oração do Eid sem desculpa, caso contrário não será aceito. Se uma pessoa tem uma desculpa válida, tudo bem, como estar no mar durante o período do Eid ou ser informada sobre o eid no próprio dia, caso isso seja uma surpresa para ela. Ou se está confiando em alguém para distribuí-lo em seu nome e ele se esquece, então isso é permitido dar depois da oração do Eid também.

Quanto ao local onde se deve pagar o zakah, deve ser na região onde está e dado às pessoas pobres que vivem ali. Independentemente se uma pessoa vive em um país muçulmano ou não, ou se as pessoas em um país diferente poderiam aproveitá-lo mais, isso deve ser dado na área em que se está morando.

Quanto às pessoas que recebem o zakah, são as pessoas pobres que têm dívidas que não podem pagar sozinhas. É permitido que o zakah seja distribuído a mais de uma pessoa pobre, e é permitido que todo o zakah vá para apenas uma pessoa também. Também é permitido que a pessoa pobre tome o zakah e use como zakatul fitr para si ou para seus familiares.

Continua, dia vinte e nove: clique aqui


You have no rights to post comments

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco