Abuso Moral e Físico por Parte do Marido

Pergunta: "Tenho 22 anos, nascida nos EUA e casada. Me casei com ele pois pensei que ele fosse um bom muçulmano, que se importava em propagar o Islam e ajudar a aumentar o Kalimah de Allah (سبحانه وتعالى) ajudando muçulmanos. Eu quis cancelar o casamento quando ainda estávamos noivos por volta de 4 anos atrás porque ele estava dizendo coisas ruins para mim, me magoando e abusando emocionalmente. Mas ele prometeu que após o casamento ele seria gentil comigo e que seus modos rudes eram o resultado de ele ter um emprego ruim. Já que muçulmanos devem cumprir suas promessas, eu acreditei e confiei nele, e concordei com o casamento. Desde o casamento ele ficou pior e tem abusado fisicamente de mim, até me dando socos e me sufocando. Meus pais finalmente descobriram acerca de 8 meses atrás. Eu deixei-o e fui para casa de meus pais naquele tempo por algumas semanas. Eles me convenceram que eu deveria dar outra chance a ele, pois qualquer outro homem que eu casasse seria até mesmo pior que ele. Eles dizem que todas as mulheres divorciadas acabam se casando com homens piores que o primeiro marido e ficam em piores situações. Ele voltou atrás e se desculpou e prometeu que iria mudar seus modos de dizer coisas ruins, me atormentando, e pararia o abuso físico. O acordo foi de que eu voltaria para ele para ver se ele realmente iria mudar. Depois que voltei para ele, ele mudou por pouco tempo. Ele tem abusado de mim verbalmente e emocionalmente outra vez. Ele tem abusado fisicamente em pequeno grau. Ele me empurra de leve e me bate de leve. Já que esta foi a maneira como os abusos começaram quando nos casámos, de leve até mais forte e mais forte, eu decidi depois de uns 2 meses que ele não tinha mudado e disse isso para meus pais."

Resposta:

Nós pedimos a Allah para lhe ajudar com as calamidades que caíram sobre você, e lhe garantir a recompensa dos que são pacientes, pois Ele é o Mais Generoso, Mais Bondoso.

O marido deveria entender que ele é como um pastor e é responsável por seu rebanho. Allah comandou que ele tratasse sua família com boas maneiras e de forma correcta e generosamente. Nosso Profeta ? disse:

"O melhor dos crentes é o que é melhor para sua esposa, e eu sou o melhor para com minhas esposas." [Narrado por al-Tirmidhi, 3895; Ibn Maajah, 1977, classificado como saheeh por Shaykh al-Albaani em Saheeh al-Jaami, 3314]

Parte deste tratamento bondoso e generoso significa não bater na esposa de maneira severa e nem insultá-la ou amaldiçoá-la. Ele deveria perceber que esta é uma violação da confiança que Allah depositou nele.

Nós ouvimos que muitas homens têm dificuldades em encontrar um emprego com o qual eles possam viver e que pode levar um longo tempo para se encontrar um emprego que sirva, nós temos ouvido que muitos desses homens oprimem suas esposas e batem nelas, como se elas fossem a causa disto estar acontecendo. É como se eles usassem estas desculpas para justificar suas ações repugnantes. Estes homens têm que temer Allah e perceber que eles são aqueles que mais necessitam obedecer a Allah e se manter afastados das coisas haram, eles não deveriam cometer pecados se justificando.

O muçulmano tem que perceber que ele está neste mundo para ser testado, e ele deve se adornar com paciência e suportar todas as coisas que aconteçam com ele na vida. Ele deve se voltar a Allah rezando para que Ele o alivie dos tormentos que se abateram sobre ele, pois Ele é Quem alivia dos tormentos, e Quem responde às orações daqueles que erraram, que Allah seja Glorificado e Exaltado. Nada pode ser escondido d'Ele, e não há nada que Ele seja incapaz de fazer nos céus ou na terra e para Ele são as glórias do início ao fim.

Ele é o Mais Generoso dentre aqueles que são generosos, se Seu servo não procura se aproximar d'Ele, mesmo assim Ele é mais suave em se aproximar de Seu servo. Al-Bukhaari (6856) e Muslim (4832) narraram em seus Saheehs que Abu Hurayrah (??? ???? ???) disse: O Profeta ? disse:

"Allah (?????? ??????) disse: 'Sou como meu servo pensa que sou. Estou com ele quando ele faz menção a Mim. Se ele faz menção de Mim para ele mesmo, Eu o menciono para Mim mesmo. E se ele menciona a Mim em assembléia, Eu faço menção dele em uma assembléia ainda melhor. E se ele se aproxima de mim à distância de um palmo eu me aproximo dele o comprimento de um braço e se ele vier até Mim andando Eu irei até ele correndo.'"

No seu caso, minha irmã, Allah está lhe testando de todas as maneiras com este homem cujo comportamento e atitudes são ruins. Baseado no que foi mencionado na pergunta, é permitido que você peça o divórcio (isto é chamado khula’) porque viver com este homem ou qualquer outra pessoa como ele é algo insuportável. Talvez Allah lhe compensará com alguém melhor que este homem. Se você não encontrar outro marido, então ficar sem um marido na casa de seus pais, onde você será cuidada e respeitada, será melhor para você do que ficar com este homem, contanto que você não tema ser tentada ou cair em haram. Mas se você teme que você pode ser tentada, então seja paciente e suporte os problemas da dunya que é melhor do que ter que aguentar as punições de Allah.

Fonte: Textos Islâmicos


You have no rights to post comments