Olhar Para a Mulher Destinada ao Casamento e Suas Condições

 

 

 

Ibn Qudamah disse:

"Quem quiser casar-se com uma mulher, então é permitido para ele vê-la sem estar sozinho com ela. Nós não sabemos qualquer divergência entre os sábios sobre a permissibilidade de olhar para a mulher destinada ao casamento com base no hadith de Jabir Ibn ‘Abdullah que o Mensageiro, sallAllahu ‘alayhi wa sallam, disse:

"Se um de vós se propõe a uma mulher e tem a capacidade de olhar para ela, então ele deve fazê-lo.”

 

Pois o Profeta ordenou que olhássemos e foi deixado de forma geral [ou seja, não especificou na narração correspondente].

 

Imam Ahmad disse:

"Ele deve olhar para o seu rosto e isso não deve ser feito com luxúria ou por prazer. Ele tem o direito de olhar mais de uma vez e observar sua beleza, porque o objetivo não pode ser alcançado, exceto através disso."

 

Então, não há diferença de opinião entre os 'Ulama em referência à permissibilidade de olhar para o rosto da mulher, e isso é porque o rosto não é 'Awrah, é o lugar onde a sua beleza é reunida e não é admissível para ele olhar para o que normalmente aparece da mulher. Há uma diferença de opinião entre os estudiosos em relação a outras partes que o rosto, como as mãos e os pés e outras para além dessas que a mulher iria mostrar normalmente.

A primeira: Não é permitido olhar porque são consideradas sua 'Awrah como as outras partes do corpo devido ao hadith de Abdullah Ibn Masoud onde o Profeta disse:

"Toda a mulher é ‘Awrah."

 

Este hadith é hassan. Pois a necessidade de olhar para qualquer outra coisa é removida por olhar para o rosto e todo o resto permanece em sua origem legislativa de inadmissibilidade.

 

O Segundo: É permitido olhar para outra parte além do rosto, assim como Imam Ahmad disse:

"Não há nada de errado em olhar para o rosto dela e para o que o encorajará a casar com ela, seja a mão ou o que normalmente mostra, etc."

 

Imam Shafi’i disse:

"Ele deve olhar para seu rosto e mãos."

Então ele mencionou a história de Umar Ibn Al Khatab quando este propôs à filha de Ali Ibn Abi Talib (Umm Kulthum). ‘Ali enviou-a para ‘Umar para que ele pudesse vê-la e ‘Umar estava satisfeito com o que ele viu e quando ela estava saindo, ‘Umar olhou para sua canela e ela disse a ele: "Se não fosse pelo fato de que você era o Líder dos Crentes, eu o atingiria em ambos os seus olhos!" [Al Mughni Vol.7 P.453]

 

Imam Nawawi disse depois de mencionar o hadith de Abu Huraira onde ele disse:

"Eu estava com o Mensageiro de Allah quando um homem veio até ele e disse: ‘Eu casei com uma mulher dos Ansaar’, então o Profeta disse a ele: ‘Você olhou para ela? Pois, de fato, há algo nos olhos das mulheres dos Ansar.”

"Neste hadith há a recomendação de olhar para o rosto da mulher que se destina ao casamento. Este é o nosso Mathhab (como Imam Nawawi seguiu o Mathhab de Imam Ash Shafi’i) e é o Mathhab de Imam Malik, Abu Hanifah e o resto dos estudiosos de Kufah (Iraque), Imam Ahmad e a grande maioria dos 'Ulama, que é permitido olhar para o rosto e as mãos só porque eles não são sua ‘Awrah e porque o rosto aponta para a sua beleza e o contrário e as mãos apontam para a riqueza de sua canela ou o contrário. Este é o Mathhab da grande maioria dos estudiosos."

 

Imam Al Awzae disse:

"É permissível para ele olhar para ela sem o seu vestuário [exterior]1."

 

Dawood (Adh Dhahiri) disse:

"Ele pode olhar para todo o seu corpo."

Este é um equívoco claro e está em oposição aos fundamentos da Sunnah e ao Consenso (dos 'Ulama) e em oposição ao nosso Mathhab e de Malik, Ahmad e aos Jamhoor (grande maioria dos estudiosos)." [Sharh Sahih Muslim Vol.9 P.214]

 

Ibn Rushd disse:

"Quanto a olhar para a mulher no momento da proposta de casamento, Imam Malik diz então que é permitido olhar para o rosto e as duas mãos apenas, e Abu Hanifah disse os pés o rosto e as mãos como Allah diz:

"(...) e não mostrem os seus ornamentos (corporais e artificiais) – excepto o que deles aparece [rosto e mãos, de acordo com algumas opiniões, e tudo menos uma abertura para os olhos, de acordo com outras opiniões dos sábios] (..)” [Sura An-Nur (24):31]

[Bidayatul Mujtahid Vol. 2 P.114]

 

Sheikh Saleh Al Fawzan disse:

"É permissível para o homem que deseja propor a uma mulher olhá-la com três condições:

Primeira: Ele está quase certo de que ele vai casar com ela;

Segunda: Ele deve olhar para o que não é considerado sua ‘Awrah, o que normalmente é aparente;

Terceira: Tudo isso sendo feito sem estar em isolamento ou sozinho com ela. Baseado na declaração do Mensageiro:

"Se um de vós propõe a uma mulher e tem a capacidade de ver o que vai encorajá-lo a se casar com ela, então ele deve fazê-lo." [Sharh Zadul Mustaqni Vol.3 P.4383]

 

Sheikh Muhammad Ibn Saleh Al-Uthaymin foi perguntado:

"Eu não sou casado, mas se um peregrino chega à Arábia Saudita e ele executa o Hajj, é permitido depois para ele ver a mulher que ele propôs e determinar um contrato de casamento? É permitido que eu lhe dê metade do dote porém, não conclua o contrato? Desejamos alguma clareza de você, que Allah lhe dê sucesso."

 

O Sheikh respondeu:

Olhar para a mulher destinada ao casamento é admissível com as condições de que:

Primeiro: Você não deve se isolar com ela, o que significa que você não deve estar sozinho com ela em um lugar onde não há ninguém além de vocês dois;

Segundo: Que não haja Fitnah envolvido;

Terceiro: Seu olhar para ela não deve ser desejoso nem malicioso.

Quarto: Você deve estar quase certo de que ela vai se casar com você porque sentar com ela e falar frivolamente com ela não é permitido, pois nesse caso não há nada que o obrigue a olhar para ela. Pois há uma razão por trás de olhar que é causar harmonia e acordo entre os dois e para ele finalmente se casar com ela com base no desejo sadio. Mas apenas sentar com ela e falar com ela ou estar sozinho com ela, então isso não é permitido.

Por Sheikh Abdul-Aziz Ibn Baz e referências de Fatawah Noor ‘ala ad Darb

 

1 - Nota: Entende-se que o vestuário aqui referido seja a vestimenta com a qual a mulher se cobre, escondendo as roupas normais usadas em casa, cobrindo-se desde a cabeça até aos pés, escondendo também a forma do seu corpo (como exemplo o Jilbab). Vide Condições do Hijab.

 

 

Tradução: Maria Fawaz

Fonte: TheClearSunnah.Wordpress.Com


You have no rights to post comments