Algumas citações de Ibn Taymiyah



Sheikh al-Islam ibn Taymiyyah era famoso por fazer declarações profundas, veja abaixo uma seleção de algumas delas:

1. Toda punição proveniente Dele é pura justiça e toda bênção proveniente Dele é pura graça. (Majmu Fatawa - 10/85)

2. Quem quer que deseje felicidade eterna, deixe-o aderir firmemente à soleira da servidão. ( ibn al-Qayyim, Madarij - 1/531)

(*somente com a submissao a Allah, pode-se alcançar a verdadeira felicidade eterna)

3. O Senhor ama ser amado. (Majmu Fatawa - 1/54)

4.O Encaminhamento não é alcançado senão através do conhecimento e o correto direcionamento não é conseguido senão com paciência. ( Majmu Fatawa - 10/40)

5. Neste mundo há um Paraíso(Islam), quem quer que não entre nele, não entrará no Paraíso Eterno. ( ibn al-Qayyim, al-Wabil - p.69)

6. Aquele que é (verdadeiramente) aprisionado, é aquele cujo coração é aprisionado distante de Allah e o prisioneiro é aquele cujos desejos o escravizaram. (ibn al-Qayyim, al-Wabil - p.69)

7. Essa religião (Islam) gira em torno do conhecimento da verdade e agir corfome ela, e a ação deve ser acompanhada de paciência. (Majmu Fatawa - 10/38)

8. A adoração é fundamentada sobre a Lei (lei islâmica) e o seguimento desta, e não sobre desejos (próprios) e inovações. ( Majmu Fatawa - 1/80)

9. Se você não provar a doçura de uma ação no seu coração, suspeite dela, pois o Senhor (Exaltado seja) é o Apreciativo. (ibn al-Qayyim, Madarij -2/68)

10. Quanto mais o servo ama seu Senhor, menos ele irá amar objetos e eles diminuirão em número.

Quanto menos o servo ama seu Senhor, mais ele irá amar objetos e eles aumentarão em número. (Majmu Fatawa -1/94)

11. Constantemente, o servo é recebedor de uma bênção de Allah, e neste caso ele tem que ter gratidão; ou ele é um pecador(por nao agradecer a Allah), e neste caso ele tem que ter arrependimento; ele está sempre indo de uma bênção a outra e está sempre precisando arrepender-se. (Majmu Fatawa -10/88)

12.O Pecado causa dano e o arrependimento remove a causa. (Majmu Fatawa -10/255)

13. Prestar testemunho de tawhid abre as portas do bem e o arrependimento dos pecados fecha as portas do mal. (Majmu Fatawa -10/256)

14. A Jihad contra a alma é o fundamento da Jihad contra os descrentes e hipócritas. (ibn al-Qayyim, ar-Rawdah -p.478)

15. Um homem nunca irá temer nada além de Allah ao menos que seja devido à uma enfermidade em seu coração. (al-Bazzar - p.74)

16. Testes e tribulações são como sentir o frio e o calor, quando a pessoa entende que eles não podem ser evitados, ela não sentirá raiva quando for acometida por eles, nem ela ficará aflita ou desencorajada. (ibn al-Qayyim, al-madarij  - 3/289)

17. A perfeição do tawhid é encontrada quando não resta nada mais no coração além de Allah, o servente ama aqueles que Ele (Allah) ama e o que Ele ama, odiando aqueles que Ele odeia e o que Ele odeia, mostrando fidelidade para com aqueles que Ele tem fidelidade, mostrando aversão para com aqueles que Ele mostra aversão, ordenando o que Ele ordena e proibindo o que Ele proíbe. (ibn al-Qayyim, al-madarij  - 3/485)

18. Neste mundo, o homem encontra na recordação de Allah, na exaltação Dele e na adoração Dele, um deleite incomparável. (Minhaj as-sunnah  - 5/389)

19. O objetivo de uma vida piedosa é deixar tudo o que prejudica a outra vida do crente e o objetivo da adoração é fazer tudo o que beneficia a sua outra vida. (Majmu Fatawa  - 14/458)

20. Pecados são como correntes e cadeados impedindo que o pecador conheça o vasto jardim do tawhid e apanhe os frutos das ações corretas. (Majmu Fatawa - 14/49)

21.O que meu inimigos podem fazer comigo? Tenho em meu peito ambos meu céu e meu jardim. Se eu viajo eles estão comigo, nunca me deixam. Aprisionamento para mim é uma chance de estar sozinho com meu Senhor. Ser morto é martírio e ser exilado de minha terra é uma jornada espiritual. (ibn al-Qayyim, Wabil - p.69)

Tradução: Danielle Aisha

Revisão: Mariam Tieppo


You have no rights to post comments