Não Julgue um Livro pela sua Capa

Por Bassam Zawadi

Infelizmente, hoje vemos muitas pessoas a julgar os outros apenas pela sua aparência e acções externas. Elas não sabem nada sobre eles, mas isso não os impede de ir em frente e julgar uma pessoa depois de apenas a ver por 5 segundos.

Muitos de nós podem julgar uma mulher que não usa hijab como uma mulher que não se preocupa com sua religião, quando na realidade ela reza todas as suas cinco orações e jejua em todos os dias obrigatórios, mas está a lutar para usar o hijab. Mas se víssemos uma mulher a usar hijab precipitaríamos em chegar à conclusão de que ela é uma mulher muçulmana praticante forte, enquanto que na realidade, ela pode só estar a usá-lo para se exibir ou porque ela foi obrigada a fazê-lo pelos seu pais. Não podemos apressar-nos a julgar as pessoas apenas observando as suas acções externas, pois as pessoas poderiam estar a fazer boas obras apenas para se exibirem para outras pessoas. Isto é o que o Profeta Muhammad ? disse...

Relata-se na autoridade de Sahl b. Sad al-Sa'idi que houve um encontro entre o Mensageiro de Allah ? e os politeístas, e eles lutaram (uns contra os outros). No final da batalha, o Mensageiro de Allah ? dobrou os seus passos para o seu exército e eles (os inimigos) dobraram os seus passos em direcção ao seu exército. E havia uma pessoa (o seu nome era Quzman e ele era um dos hipócritas) entre os Companheiros do Mensageiro de Allah ? que não poupou um isolado (lutador do inimigo), mas perseguiu e matou-o com a espada. Eles (os Companheiros do Profeta) disseram: Não nos serviu melhor hoje do que este homem. Sobre isto, o Mensageiro de Allah ? observou: Em verdade ele é um dos habitantes do Fogo. Uma das pessoas (entre os muçulmanos) disse: vou segui-lo constantemente. Então este homem saiu junto com ele. Ele parou quando ele parou, e correu junto com ele sempre que ele correu. Ele (o narrador) disse: O homem ficou gravemente ferido. Ele (não conseguia suportar a dor) e apressou-se à sua própria morte. Ele colocou a lâmina da espada no chão com a ponta entre o peito e, em seguida, pressionou-se contra a espada e matou-se. Então o homem (seguindo ele) foi para o Mensageiro de Allah ? e disse: Eu testemunho que tu és verdadeiramente o Mensageiro de Deus. Ele (o Profeta) disse: Qual é o problema? Ele respondeu: A pessoa sobre quem acabou de mencionar que ele era um entre os habitantes de Fogo e as pessoas ficaram surpresas (sobre isso) e eu disse-lhes que gostaria de trazer (as notícias sobre ele) e, consequentemente, eu saí em busca dele até que eu (o encontrei) seriamente ferido. Ele apressou-se à sua morte. Ele colocou a lâmina da espada no chão e a sua ponta entre o peito e, em seguida, pressionou-se contra ela e matou-se. Então, o Mensageiro de Allah ? observou: Uma pessoa executa as obras que para as pessoas parecem ser os actos condizentes com o morador do Paraíso, mas ele é de fato um dos habitantes do Inferno. E uma pessoa, na verdade, faz um acto que aos olhos do público é aquele que é feito pelos habitantes do Inferno, mas a pessoa é um entre os moradores do Paraíso. [Sahih Muslim; Livro 001, Hadith número 0206; Capítulo: O suicídio é o pecado mais grave]

Agora, isto significa que devemos desconfiar de todos e ser séptico do mundo? Claro que não. O que você deve fazer primeiro é julgar a si mesmo antes de sequer pensar em julgar os outros. Se você estiver perto de um amigo e souber que ele está a fazer algo errado, então aconselha-o. Claro, é inevitável (devido à natureza humana) que forme uma opinião pessoal sobre uma pessoa com base nas suas acções externas, no entanto, isso não justifica que vá caluniar ou tirar conclusões precipitadas sobre as pessoas desnecessariamente e que comece a julgar se uma pessoa vai para o inferno ou para o paraíso visto que não sabe o que está dentro dos seus corações.

Visite o website de Bassam Zawadi em inglês: http://www.call-to-monotheism.com/


You have no rights to post comments