Etiqueta ao se fazer súplicas e razões pelas quais elas podem não ser aceitas

Imaam Ibn al-Qayim (que Allah tenha misericórdia dele) disse: “Du’as e ta’awwudhaat [orações buscando refúgio em Allah] são como uma arma, e como tal vale tanto quanto a pessoa que a está usando; não é meramente uma questão de quão mordaz ela é. Se a arma for perfeita e livre de falhas, e o braço de quem a porta for forte, e não houver nada que a detenha, então ela pode devastar o inimigo. Mas se qualquer uma dessas três características estiver faltando, o efeito será proporcionalmente ineficaz.
(al-Daa’ wa’l-Dawaa’, p. 35).

Disto ficará claro que existe etiqueta e regras que devem ser seguidas na du’a e pela pessoa que a faz. Existem também coisas que podem impedi-las de chegar a Allah ou que sejam respondidas – estas devem ser removidas da pessoa que a faz e da própria du’a. Quando todas estas condições forem cumpridas, então ela pode ser respondida.

 

1. Sinceridade ao fazê-la

Esta é condição mais importante. Allah nos ordenou que fôssemos sinceros ao fazermos du’a, como Ele diz (interpretação do significado):

Então, invocai a Allah (Ó Muhammad e crentes), sendo sinceros com Ele (sozinho) (ao adorar ninguém, senão Ele e ao fazer os atos religiosos sinceramente, por Allah, não para se exibir ou na devoção, e não criar rivais com Ele na adoração)” [Ghaafir 40:14]
Sinceridade na du’a significa ter certeza absoluta de que Aquele a Quem está clamando – Allah, Glorificado e Exaltado seja – pode, Sozinho, satisfazer todas suas necessidades, e significa também evitar qualquer tipo de exibição na sua súplica (du’a).

2. Arrependimento e retorno a Allah

Os pecados são a razão principal para que as súplicas não sejam respondidas, então o suplicante deve apressar-se em arrepender-se e pedir perdão antes de suplicar. Allah nos diz que Nuh (que a paz esteja com ele) disse:

“E disse (lhes): 'Implorai perdão a vosso Senhor - por certo, Ele é Perdoador - ‘Ele enviará do céu, sobre vós, chuva, em abundância, ‘E vos estenderá riquezas e filhos, e vos fará jardins, e vos fará rios’” [Nuh 71:10-12]

1. Suplicar, humilhar-se, esperando a recompensa de Allah e temer a Sua punição

Este é o espírito, essência e propósito da du'a . Allah diz (interpretação do significado):

“Invocai a vosso Senhor, humilde e secretamente. Por certo, Ele não ama os agressores.” [al-A’raaf 7:55]

2. Suplicar insistentemente e repetir a du’a, sem se exasperar ou chatear

Consegue-se isto repetindo a súplica duas ou três vezes. Limitá-la a três vezes é preferível, de acordo com a Sunnah do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). Ibn Mas'ud (que Allah esteja satisfeito com ele) narrou que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) gostava de repetir uma súplica e pedir perdão três vezes. Isto foi narrado por Abu Dawud e al-Nasaa’i.

5. Fazer du’a em tempos de facilidade, e fazer mais du’as em épocas de fartura. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Lembrai-vos de Allah na tranquilidade e Ele lembrar-Se-á de vós na adversidade.” Narrado por Ahmad.

6. Buscar aproximar-se de Allah chamando-O pelos Seus Mais Lindos Nomes e Atributos, no início ou no final da súplica.
Allah diz (interpretação do significado):

“E de Allah são os mais belos nomes: então, invocai-O com eles” [al-A’raaf 7:180].

7. Buscar as palavras mais queridas e concisas e as melhores das súplicas
As melhores são as du’as do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele), mas é permissível dizer outras palavras de acordo com as necessidades específicas do suplicante.

Outros aspectos da etiqueta ao fazer du’a, embora não sejam waajib (obrigatórias), são: direcionar-se à quibla; estar em estado de Tahaarah (puridade); começar louvando Allah e enviando bênçãos ao Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele). Também é obrigatório que se erga as mãos ao fazer du’a.

Uma das coisas que ajudam a trazer resposta às súplicas é buscar as melhores horas e locais.
Dentre as melhoras horas está a que antecede o Fajr (alvorada), o último terço da noite, a última hora da Jumu’ah, quando está chovendo, e entre o Adhan e o iqaamah.

Dentre os melhores locais estão as mesquitas, em geral, e al-Masjid al-Haraam [em Makkah], em particular.

Dentre as situações nas quais é mais provável que as súplicas sejam aceitas estão: quando o servo é maltratado ou oprimido; em viagem; ao jejuar; em necessidade desesperada; quando o muçulmano suplica por seu irmão quando ele está ausente.

As coisas que podem impedir que a súplica seja aceita incluem:

1. Quando por si só ela é fraca, por envolver algo impróprio, ou envolver maus modos em relação a Allah, Exaltado seja, ou é inadequada, o que significa pedir a Allah por algo que não seja permitido pedir, por exemplo, quando um homem pede para viver para sempre neste mundo, ou pede um pecado ou algo haraam, ou reza para morrer, e assim por diante. Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “As du'as do servo continuarão a ser respondidas desde que ele não ore por algo pecaminoso ou pela quebra de laços familiares.” Narrado por Muslim.

2. Quando o suplicante é fraco, por sua hesitação em voltar-se para Allah. O que pode ser pela falta de etiqueta para com Ele, Exaltado seja – tal como levantar sua voz durante a súplica ou fazê-la como quem pensa não precisar de d’Ele; ou por preocupar-se demais com a fraseologia e tentar inventar sentenças desnecessariamente enfeitadas, sem se ater ao significado; ou por forçar o choro ou gritar, sem que realmente o sinta, ou extrapolar nisto.

3. A razão pela qual sua súplica não é atendida pode ser por ter feito algo que Allah proibiu, como ter bens ilícitos – quer seja comida ou bebida ou vestuário ou acomodação ou transporte, ou ter aceito um emprego ilícito, ou pela mácula do pecado ainda estar em seu coração, ou por seguir bid’ah (inovação) na religião, ou por seu coração ter sido sobrepujado pela negligência.

4. Consumir bens ilícitos é uma das maiores razões por que as súplicas não são atendidas. Abu Huraira (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) falou: “Ó povo, Allah é bom e só aceita o que é bom. Ele ordena que os virtuosos sigam as mesmas ordens que Ele deu aos Mensageiros. Como diz (interpretação do significado):
“Ó Mensageiros! Comei das cousas benignas [Tayyibaat, todas as comidas que Allah vos fez lícitas (halal)(carne sacrificada de animais comíveis, produtos lácteos, gorduras, vegetais, frutas) e fazei o bem. Por certo, do que fazeis, sou Onisciente.” [al-Mu’minun 23:51]

“Ó vós que credes (na Unicidade de Allah – monoteísmo islâmico)l Comei das cousas benignas que vos damos por sustento, e agradecei a Allah, se só a Ele adorais.” [al-Baqarah 2:172]

Ele, então, mencionou um homem que viajou em uma longa viagem e está desalinhado e coberto de poeira; ele ergue suas mãos para os céus, (dizendo) ‘Ó Senhor, Ó Senhor’, mas sua comida é haraam, sua bebida é haraam, todo seu alimento é haraam, então como sua súplica ser aceita?” Narrado por Muslim.

O homem descrito pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tinha algumas das características que ajudam as súplicas serem atendidas – ele estava viajando e precisava de Allah, Exaltado e Glorificado seja – mas o fato de ter consumido bens ilícitos impediram que suas súplicas fossem atendidas. Rogamos Allah que nos mantenha sãos e salvos.

5. Tentar apressar a resposta – Abu Huraira (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) falou: “As súplicas de qualquer um de vós serão atendidas desde que não sejais impacientes e digais, ‘Fiz du’as, mas não foram atendidas.’” Narrado por al-Bukhari e Muslim.

6. Condicionar as du’as, tal como dizer, “Ó Allah, perdoa-me se quiseres” ou “Ó Allah, tenhas misericórdia de mim se quiseres.” O suplicante deve ser determinado em sua du’a, esforçar-se e repeti-las. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Que nenhum de vós digais, ‘Ó Allah, perdoa-me se quiseres, Ó Allah, tem misericórdia de mim se quiseres.’ Que ele seja determinado no assunto, ao mesmo tempo em que sabe que ninguém pode obrigar Allah a fazer nadas.” Narrado por al-Bukhari e Muslim.

Para que as súplicas sejam atendidas, não é essencial aderir a todos estes pontos e estar isento de tudo que possa impedi-las de serem aceitas. Isto é algo que raramente acontece. Mas o servo deve tentar arduamente e esforçar-se para chegar a isso.

Outro ponto importante é ter consciência de que a resposta às súplicas pode assumir formas diferentes: ou Allah responderá e preencherá o desejo do suplicante, ou Ele por causa das du’as repelirá algum mal, ou por causa delas facilitará para que consiga alguma coisa boa ou a manterá Consigo para dar-lhe no Dia da Ressureição, quando estará mais necessitado.

E Allah sabe melhor.

Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid (fonte islamqa.info)


You have no rights to post comments