Só rezo porque me sinto culpado

Eu sou nascida muçulmana, mas há alguns anos, eu parei de rezar. Agradeço a Deus por voltar a rezar novamente. Minha pergunta é: Posso rezar cada oração duas vezes para repor todas as minhas orações?

Além disso, às vezes eu sinto que estou rezando apenas porque tenho que fazê-lo, ou apenas para me sentir bem e aliviar minha consciência. Eu sei que isso está errado, mas o que posso fazer para ansiar pela oração?
Consultor: Professor Shahul Hameed

Salam querida Lora,

Obrigado por sua pergunta e por entrar em contato com Ask About Islam.
Quanto à primeira parte da questão, a saber, como você deve repor as orações perdidas, veja esta publicação (inglês ou português) na seção Ask the Scholar.
Indo ao resto da sua pergunta, você precisa saber que todos os ritos de `ibadah (adoração) praticados por um muçulmano são as expressões externas de sua taqwa (piedade).

Portanto, o primeiro dever de um muçulmano é ser sinceramente dedicado a Allah, o Todo-Poderoso. Nossa devoção a Allah depende, em grande parte, do nosso conhecimento do Alcorão e dos ensinamentos do Profeta (que a paz e as bênçãos estejam sobre ele). Por esse motivo, é necessário que um muçulmano procure constantemente orientação do Alcorão, aprendendo seus versículos e ponderando sobre eles.

Esta é a melhor maneira de se iluminar espiritualmente e, assim, levar uma vida verdadeiramente islâmica. O mesmo se aplica aos ahaadith. A vida do Profeta e seus ensinamentos sempre nos proporcionam incentivos e a inspiração para moldar nossas vidas no âmbito da Sunnah.

O Alcorão é um excelente lembrete do nosso dever fundamental para com o Criador e Mantenedor do universo. Não podemos nos dar ao luxo de ser negligentes – mesmo por um segundo, se pensarmos sobre isso – em nossa completa dependência a Allah para tudo. Todo momento que se apresenta diante de nós é um imenso tesouro, e aqueles que o desperdiçam, perdem-no para sempre.

O Alcorão oferece um sistema de valores morais que nos permite colocar todos os variados aspectos de nossas vidas em ordem. Como o Alcorão é uma orientação divina, Allah, o Todo-Poderoso, é Quem nos fala sobre como devemos determinar nossas prioridades e preocupações. Um muçulmano que conhece isso e procura seguir essa orientação mantém seus deveres para com Allah como a primeira e principal preocupação.

Em outras palavras, nosso dever para com o nosso Deus é a preocupação final de que todas as outras preocupações e considerações estão sujeitas e subordinadas àquela. Assim, a um muçulmano: oração, jejum, zakat e Hajj, ocupam o topo da escala de prioridades, e o muçulmano não negligencia nenhum deles.

O ponto que quero enfatizar é que você precisa aprender bem o Alcorão para que tome consciência da necessidade imperiosa de buscar constantemente a orientação de Allah em todos os aspectos de sua vida. O Alcorão nos pede para "estabelecer" a oração, não para "realizar" a oração, para manter Allah em constante lembrança.
Uma vez que nos apegamos ao Alcorão, não podemos olhar a oração apenas como rotina ou como algo que fazemos por fazer. Ou seja, a oração deixa de ser uma tarefa superficial; em vez disso, envolve nosso corpo, mente e alma da maneira mais profunda.

Espero que as palavras acima sejam úteis para você.

Que Allah, o Todo-Poderoso, a abençoe e guie em todos os esforços pelo Seu caminho!

Obrigado e fique em contato.

Salam.

Tradução: oislam.org
Fonte


You have no rights to post comments