A Amamentação e a Sabedoria por detrás Dela

 

 

Dar leite de peito (da mãe/ama-de-leite) para um bebê que é muito jovem para viver de alimentos sólidos é um dever exigido?

 

 

Todos os louvores são para Allah.

 

Sim, se o bebê precisa ser amamentado então o leite de peito deve ser dado a ele.

 

É dito em al-Mawsu’ah al-Fiqhiyyah (22/239):

Não há diferença de opinião entre os fuqaha’ que é obrigatório amamentar um bebê enquanto ele necessite disso e esteja em idade de amamentação.

 

A amamentação é um direito provado do bebê, de acordo com os pareceres da shari’ah, e deve ser fornecido a ele por aquele cujo dever é fazê-lo. Os fuqaha’ afirmaram claramente que a amamentação é o direito da criança.

 

Eles explicaram a razão para isso como sendo que a amamentação para um bebê é como o sustento para um adulto.

 

O que eles disseram é verdade e é indicado pelo Alcorão. Allah diz (interpretação do significado):

 “E impende ao pai o sustento e o vestir delas, convenientemente.” [Surah al-Baqarah (2):233]

 

Allah ordenou ao pai despender com a mulher que amamenta seu filho, porque a nutrição chega à criança pelo aleitamento através do leite de peito. Assim, despender com o aleitamento, é, de fato, despender com o bebê. É dito em Sharh Muntaha al-Iraadaat: Aquele que está obrigado a despender com o bebê, seja este menino ou menina, é obrigado a despender com o aleitamento desta criança, porque ela é sustentada pelo leito produzido pela amamentação, e isso só pode acontecer se ela for alimentada. Então, é obrigatório despender com a amamentação porque isso é, na verdade, despender com a criança.

Al-Mufassal fi Ahkaam al-Mar’ah, 9/464. 

 

Os sábios estão unanimemente de acordo sobre os impactos da amamentação, em estabelecer a proibição de casamento e sobre fazer a criança [neste caso, um menino] o mahram da mulher que o amamenta, e fazer permissível que ele a olhe e fique a sós com ela, mas não torna obrigatório despender ou torna-lo um herdeiro ou guardião, em casos de casamento.

 

A razão para esta relação mahram é óbvia, porque quando o bebê é alimentado pelo leite desta mulher sua carne cresce a partir deste leite, assim, é como se ele fosse seu próprio filho.

 

Por isso os sábios consideram makruh indicar uma incrédula (kaafir) ou uma mulher imoral como ama-de-leite, ou uma mulher que sofra de uma doença contagiosa, porque isso pode ser passado ao bebê.

 

Eles consideraram mustahabb [recomendado] escolher uma ama-de-leite que tivesse bom caráter e morais, porque a amamentação muda a natureza da criança.

 

É melhor se ninguém amamentar a criança, além da sua mãe, porque isso é mais benéfico e pode ser obrigatório para ela, caso a criança venha a não aceitar o peito de nenhuma outra.

 

Médicos encorajam dar o leite materno, especialmente nos primeiros meses.

 

A sabedoria de Allah em criar a alimentação da criança no leite de sua mãe tem sido provada através de pesquisas científicas e médicas.

 

Os Benefícios Médicos da Amamentação:

A amamentação traz grandes benefícios. Allah a ordenou em Seu livro, quando disse (interpretação do significado):

“E as mães amamentam seus filhos, por dois anos inteiros. Isso, para quem deseja completar a lactação.” [Surah al-Baqarah (2):233]

 

Assim, Allah estabeleceu o direito de a criança ser amamentada.

 

Mil e quatrocentos anos depois deste verso ter sido revelado, organizações internacionais, tais com a Organização Mundial de Saúde (OMS), emitiram vários comunicados convocando as mães a amamentarem seus filhos, enquanto o Islam impôs isso há mil e quatrocentos anos atrás.

 

Os benefícios para a criança incluem os seguintes:

1 – O leite materno é esterilizado, não contém germes.

2 – O leite materno não pode ser imitado por nenhum leite preparado a partir do leite de vacas, cabras ou camela. Ele é composto de modo a suprir as necessidades da criança dia após dia, desde o nascimento até o desmame.

3 – O leite materno contém quantidades suficientes de proteína e açúcar que se adequam perfeitamente à criança, enquanto que as proteínas no leite da vaca, da cabra e búfala são difíceis para o estômago da criança digerir, porque elas são adequadas aos filhotes destes animais.

4 – O desenvolvimento da criança que é amamentada é mais rápido e mais completo do que o da criança que é amamentada pela mamadeira.

5 – O vínculo psicológico e emocional entre a mãe e filho.

6 – O leite materno contém vários elementos que são essenciais para o sustento da criança, nas quantidades certas e formatos necessários ao seu corpo, e na forma que é adequada à sua capacidade de digestão e absorção. O conteúdo de nutrição do leite não é fixo, ele muda dia após dia, de acordo com a necessidade da criança.

7 – O leite materno é mantido a uma temperatura adequada que atende à necessidade da criança, e pode lhe ser dado a qualquer momento.

8 – O leite materno é um meio contraceptivo natural para a mãe, e é livre de complicações que podem acompanhar o uso de pílulas anticoncepcionais, o DIU (Dispositivo Intra Uterino) ou injeções.

 

De Tawdih al-Ahkaam, 5/107.

 

 

Fonte: IslamQ&A

Tradução e adaptação: Islane Castelo


You have no rights to post comments