Educação Islâmica no Ocidente

Como podemos, como muçulmanos vivendo no ocidente, manter uma educação islâmica para nossas crianças.

Educação primária e secundária, até a idade de 15/16 anos, deve ser provida em escolas islâmicas (as quais são muito caras), mas para os outros anos, não existe tal tipo de Instituto de Educação Islâmica.
Mesmo na escola secundária, no currículo, nós não temos livros que lidam com os ramos de conhecimento que estão disponíveis nos Institutos seculares, como Ciência Política, Sociologia, Psicologia, Pedagogia. Por favor, nos aconselhe em como podemos trazer um sistema educacional islâmico para nossos jovens no ocidente (tendo em mente que é praticamente impossível, para nós, migrarmos para um país árabe ou muçulmano por causa das restrições de imigração, etc.)
Que Allah os recompense.

Todos os Louvores são para Allah.

Para preservar a estrutura da família muçulmana nos países kaafir, nós precisamos encontrar um número de condições e requerimentos, ambos dentro do lar e fora dele:

Em casa:

É essencial que os pais mantenham, regularmente, o hábito da oração na mesquita com seus filhos; se não há mesquita próxima, então eles devem orar em jamaa’ah (congregação) em casa.

Eles têm que ler o Alcorão e ouvir a recitação diariamente.

Eles devem fazer as refeições juntos.

Eles devem falar a língua do Alcorão, o máximo que puderem.

Eles devem manter as boas maneiras prescritas pelo Senhor dos Mundos para as famílias e em encontros sociais; estes incluem aquelas que são encontradas na Sura al-Noor.

Eles não devem deixar seus filhos, ou a si mesmos, assistirem filmes imorais e corruptos.

Seus filhos devem dormir em casa e devem permanecer em casa o máximo possível, para protegê-los da influência de um mau ambiente fora de casa. Os pais devem ser bem restritos e não permitir que seus filhos durmam fora de casa.

Eles devem evitar mandar seus filhos para universidades longe de casa, onde eles teriam que ficar em acomodações destas universidades (repúblicas, dormitórios); ou senão perderemos nossos filhos, que serão assimilados pela sociedade kaafir.

Nós temos que tomar cuidado em comer somente comida halal; e os pais devem evitar usar qualquer sorte de coisas haram, como cigarros, maconha, e outras coisas que estão amplamente disponíveis em países kaafir.


Fora de casa:

Nós devemos enviar nossos filhos para escolas Islâmicas, desde o jardim da infância até o final do segundo grau (colegial).

Nós devemos também enviá-los para a mesquita o máximo que pudermos, para rezar Jumu’ah e outras orações em jamaa’ah, participar de palestras, halaqahs e círculo de estudos Islâmicos, etc.

Nós devemos estabelecer atividades educacionais e esportivas para crianças e jovens, em locais supervisionados por muçulmanos.

Organizar acampamentos educacionais onde todos os membros da família possam ir.

Pais e mães devem lutar para ir aos locais Sagrados para realizar os rituais de ‘Umrah e as obrigações de Hajj, acompanhados por seus filhos.

Treinar as crianças a falarem sobre o Islam em uma linguagem simples, a qual adultos e crianças, muçulmanos e não-muçulmanos, possam entender.

Treinar as crianças a memorizarem o Alcorão; e enviar alguns deles – se possível – para um país árabe muçulmano, para que ganhem compreensão da religião e então voltem um dia para serem daa’iyahs, que estão equipados com conhecimento do Islam e a linguagem do Alcorão.

Treinar alguns de nossos filhos para dar Khutbahs no Jumu’ah, e liderar os muçulmanos em oração, para que então eles se tornem líderes das comunidades muçulmanas.

Encorajá-los para que se casem cedo, para que protejam seus interesses religiosos e os protejam deste mundo.

Nós temos que encorajar nossos filhos a se casarem com garotas muçulmanas, de famílias que sejam conhecidas por seu comprometimento religioso e boas atitudes.

Nós temos que evitar usar o número 190 com a finalidade de chamar a polícia para resolver conflitos em casa. Se um conflito surge, nós devemos entrar em contato com um membro responsável da comunidade muçulmana, ou com outros muçulmanos sábios, para ajudar a resolvê-lo. 

Não participar de festas onde existam dança, música e canto; ou participar em celebrações de imoralidade ou os festivais de kufr; prevenir nossos filhos, com sabedoria, sobre os riscos de irem à igreja aos domingos com estudantes cristãos.

E Allah é a Fonte de Força e o Guia para o Caminho Reto.


Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Traduzido por Danielle Aisha.


You have no rights to post comments