Como Ordenar o Bem e Proibir o Mal

Ordenar o bem e proibir o mal, amr bi'l-ma'ruf wa'n-nahiy an al-munkar, é o pico e o mais importante princípio do Islam e é a razão principal pela qual Allah enviou os Seus profetas e mensageiros às Suas criaturas.

Se este princípio não é implementado e posto em prática, então o envio dos profetas não teem efeito, o din desvanece, desorientação, corrupção e ignorância permanecem, civilizações caem e nações são destruídas.

Sempre que este princípio se extingue, as pessoas seguem os seus desejos, ignorando o seu Senhor, e vivem como animais – e depois raramente se encontra alguém que adere ao princípio de ordenar o bem e proibir o mal, mesmo que a recompensa para o pôr em prática seja grande aos olhos de Allah.

A Obrigação de Ordenar o Bem e Proibir o Mal

Allah diz:

"Que haja uma comunidade dentre vós que convide ao bem, que ordene o correcto e que proíba o incorrecto. Esses serão os que têm sucesso." [3:104]

Allah também diz:

"Eles não são todos iguais. Há uma comunidade dentre as Pessoas do Livro que é reta. Eles recitam os Sinais de Allah pela noite, e prostram-se. Eles têm iman (fé) em Allah e no Último Dia e ordenam o bem e proíbem o mal, e competem em fazer o bem. Eles estão entre os salihun (íntegros)." [3:113-114]

No verso acima, Allah não aceita a sua retidão só por crerem em Allah e no Último Dia, até Ele adicionar o princípio de ordenar o bem e proibir o mal.

Noutro verso, Allah diz:

"Os homens e as mulheres dentre os mu'minun (crentes) são amigos uns dos outros. Eles ordenam o bem e proíbem o mal." [9:72]

Aqui, Allah refere-se aos crentes sendo aqueles que ordenam o que é bom e proíbem o que é mau – logo, quem abandonar este princípio é excluído do rank dos crentes.

Noutro verso, Allah amaldiçoou alguns da tribo de Israel por terem abandonado o princípio de ordenar o bem e proibir o mal. Ele diz:

"Os que renegaram a Fé, dentre os filhos de Israel, foram amaldiçoados pela boca de Dawud (David) e de 'Isa (Jesus), filho de Maryam (Maria). Isso, porque desobedeceram e ultrapassaram os limites. Eles não proibíam uns aos outros de nenhum acto reprovável que cometiam. Quão más eram as coisas que eles faziam!" [5:78-79]

No entanto, Allah elogiou aqueles que implementaram o princípio de ordenar o bem e proibir o mal. Ele diz:

"Sois a melhor comunidade que surgiu para a humanidade: ordenais o bem e proibis o mal e credes em Allah." [3:110]

Abu Sa'eed al-Khudri disse "Eu ouvi o Mensageiro de Allah ? dizer 'Aquele que dentre vós vir algo censurável deve mudá-lo com a ajuda da sua mão; e se ele não tiver força para o fazer, então deve rejeitá-lo com a sua língua; e se não tiver força para o fazer, então deve rejeitá-lo com o seu coração – e isso é o mínimo de fé." [Muslim, At-Tirmidhi, Abu Dawud, An-Nasa'i, Ibn Majah]

Este hadith mostra que a rejeição do mal deve ser feita de acordo com o poder e a capacidade, mas deve ser feita pelo menos com o nosso coração, porque se o nosso coração não nega o mal, isto significa que o nosso iman (fé) já não existe. Logo, devemos mudar o mal com a nossa mão (tomando acção) ou língua (falando contra) se formos capazes de o fazer, mas em qualquer situação devemos rejeitá-lo com o nosso coração – e isto é uma obrigação e o mínimo de fé – ou o castigo de Allah virá.

Hudhaifa relatou que o Profeta ? disse "Por Aquele em Cuja Mão está a minha alma, vós tereis que ordenar o que é bom e proibir o que é mau, ou Allah certamente enviará o Seu castigo em breve, d'Ele para vós. Depois suplicareis e não tereis qualquer resposta." [At-Tirmidhi – classificado como hasan (bom) por Al-Albani]

An-Nu'man Ibn Bashir relatou que o Profeta ? disse "A metáfora de uma pessoa que cumpre as ordens e proibições de Allah em comparação com aqueles que as infrigem é como a metáfora de algumas pessoas que sortearam os seus lugares num barco. Alguns deles receberam assentos no convés superior, e os outros no convés inferior. Quando os do andar inferior precisavam de água, eles teriam que ir para cima para buscar a água, então eles disseram: 'Vamos fazer um buraco na nossa parte do navio e salvar aqueles que estão acima de nós do nosso incómodo'. Se as pessoas no convés superior deixassem os outros fazer o que eles sugeriram, todas as pessoas no barco seriam destruídas, mas se eles os impedissem, os dois grupos ficariam seguros”. [Al-Bukhari e At-Tirmidhi]

'Abdullah Ibn Mas'oud relatou que o Profeta ? disse “Nunca houve um Profeta enviado antes de mim à sua nação que não tivesse entre o seu povo discípulos e companheiros que seguissem o seu exemplo e obedecessem as suas ordens. E depois deles vieram os seus sucessores que diziam o que não faziam, e faziam o que não foram ordenados a fazer. Quem lutou contra eles era crente, quem lutou contra eles com a sua língua (falando contra) era crente e quem lutou contra eles com o seu coração (odiando os seus actos) era crente; e para além disso não havia fé, nem mesmo do tamanho de uma semente de mostarda”. [Muslim]

Abu Bakr relatou que o Profeta ? disse “Se actos de desobediência ocorrerem entre qualquer povo e eles não os mudarem mesmo sendo capazes de o fazer, Allah os castigará a todos muito brevemente”. [Abu Dawud, Ibn Majah, Ahmad]

Orientações sobre Ordenar o Bem e Proibir o Mal

Conhecimento

Para ordenar o bem e proibir o mal, nós devemos saber os princípios que os governam e como distinguir entre eles. As acções não farão nada de bom se não forem feitas com pleno conhecimento e sabedoria.

'Umar Ibn Abdul Aziz disse: “Quem adorar a Allah sem conhecimento, fará mais danos do que correcções”.

Mu'adh Ibn Jabal disse: "Conhecimento deve preceder a acção, porque se a acção e a intenção são feitas sem conhecimento, então ignorância, desorientação e desejos prevalecerão".

Por isso, se um crente sabe que por proibir um mal em particular, a sua acção levará a um mal maior, então ele não deverá proibir esse mal em primeiro lugar; ou se a sua acção pode eliminar o que é de maior benefício para os muçulmanos, então outra vez, ele não deverá proibir esse mal.

O Profeta ? não matou 'Abdullah Ibn Ubai Ibn Salul, o líder dos hipócritas, e os seus amigos, porque os muçulmanos tinham apoio significante das suas tribos. Por isso o Profeta ? evitou matar 'Abdullah Ibn Ubai Ibn Salul, porque as pessoas poderiam pensar que ele estaria a matar os seus companheiros, e também porque a tribo de 'Abdullah Ibn Ubai Ibn Salul poderia ter-se virado contra o Profeta e procurado vingar-se da morte do seu líder.

Por isso devemos sempre considerar os assuntos de maslaha e mafsada antes de embarcarmos em ordenar o bem e proibir o mal.

Maslaha (plural: masa'lih)- consideração do interesse público, bem-estar humano, utilidade, e bem humano.

Ash-Sha'tibi disse, definindo maslaha“Aquilo que diz respeito à subsistência da vida humana, a totalidade do modo de vida, e aquisição do que as faculdades emocionais e intelectuais de um homem requerem dele no sentido absoluto”.

Mafsada (plural: mafa'sid)- Mal, nomeadamente qualquer coisa que viole addanuriyat al-khamsa, os cinco valores essenciais do din: vida, intelecto, linhagem e propriedade, o contrário de maslaha.

Gentileza

Devemos ser bondosos e gentis ao ordenar o bem e proibir o mal.

O Profeta ? disse: “Sejam gentis, pois se gentileza está presente em qualquer coisa, esta a adornará – e se está ausente de qualquer coisa, esta lhe causará dano.” [Muslim, Abu Dawud e Ahmad]

O Profeta ? também disse: “Allah gosta de gentileza em todos os assuntos e recompensa por esta mais do que Ele recompensa pela aspereza.” [Al-Bukhari e Muslim]

Jarir (radiAllahu 'anhu) relatou: “Eu ouvi o Mensageiro de Allah dizer 'Quem é desprovido de gentileza, é desprovido do que é benéfico.'” [Muslim]

Sufyan Ath-Thawri disse: “Só aquele que tem as seguintes qualidades pode ordenar o bem e proibir o mal: ele deve ser gentil e justo e deve saber os princípios de ordenar o bem e proibir o mal”.

Paciência

Quem fizer a intenção de ordenar o bem e proibir o mal deve ter paciência quando passa por adversidades e tempos difíceis. Ele deve saber, antes de fazer isso, que será sujeito a tribulações, tal como Profeta Luqman ('alayhi salam) disse ao seu filho:

“Meu filho, cumpre a oração, e ordena o que é bom e proíbe o que é mau e sê firme perante tudo o que te acontecer. Esse é certamente o caminho mais resoluto a seguir.” [31:17]

Allah também ordenou ao Seu Mensageiro a ser paciente:

“Ó tu que estás agasalhado! Levanta-te e avisa! Magnifica o teu Senhor. Purifica as tuas roupas. Abandona o abominável. E não faças mercê, esperando receber mais. Sê firme pelo teu Senhor.” [74:1-7]

“Sê firme contra aquilo que dizem e abandona-os, mas com cortesia.” [73:10]

Então devemos ter três qualidades: conhecimento, gentileza e paciência; conhecimento antes de ordenar o bem e proibir o mal, gentileza ao fazê-lo e paciência depois de o fazer.

Razões para Ordenar o Bem e Proibir o Mal

Existem muitos incentivos que nos encorajam a ordenar o bem e a proibir o mal:

  • Receber recompensa de Allah e evitar o Seu castigo;
  • Defender os mandamentos de Allah e a Sua Shari'ah (lei);
  • Dar conselho sincero aos crentes e salvá-los do castigo e ira de Allah tanto neste mundo como no próximo;
  • Glorificar Allah implementando as Suas ordens, obedecendo-O, agradecendo-O e louvando-O, dedicando as nossas vidas e riquezas no Seu Caminho.

Fonte: Heaven's Door (pg. 9 a 12)

Traduzido por: Cláudia Sofia Simões


You have no rights to post comments