Alcançando a Felicidade

Pergunta: As pessoas se esforçam para alcançar a felicidade, sendo diversas as suas formas de alcançá-la. Poderia o nosso Sheikh esclarecer para as pessoas algumas etapas em seu caminho para atingi-la? 

Sheikh al-Albani, que Allah tenha misericórdia dele, respondeu: 

 

Eu não acho que haja qualquer divergência nisso exceto entre os filósofos. Dentre os muçulmanos que acreditam em Allah, Subhanahu wa Ta'ala e Seu Mensageiro, salla Allahu 'alayhi wa sallam, e que acreditam que não existe um caminho para a felicidade nesta vida ou na próxima exceto pelo apego ao Islam, não há multiplicidade de respostas - [a única resposta] é se apegar ao Islam. E vice-versa, quem quiser a miséria deve se afastar do Islam, e isso é muito claro em muitos versículos, como diz o Altíssimo: 

 

"E quem der de ombros à Minha Mensagem, por certo, ele terá uma vida atormentada e ressuscitá-lo-emos cego, no Dia da Ressurreição. Ele dirá: 'Senhor meu, por que me ressuscitaste cego, enquanto com efeito, era vidente?' Allah dirá: 'Assim é. Nossos sinais chegaram-te e tu os esqueceste. E, assim, hoje, és esquecido.'" [Alcorão, 20:124-126]

Mas a coisa a que devemos prestar atenção, algo que é uma grande realidade e muito doloroso por outro ângulo, devido a muitos muçulmanos carecerem disso em termos de conhecimento e alguns deles, na prática, é que o Islam com o Livro de Allah e a Sunnah do Mensageiro de Allah, salla Allahu 'alayhi wa sallam, no entendimento dos Salaf as-Saalih é a cura para todas as doenças e enfermidades psicológicas que têm afligido as pessoas que não provaram a felicidade. O Islam procedente do Livro e da Sunnah e da metodologia dos Salaf as-Saalih é a cura. 

 

Mas o que eu quero mencionar agora é que muitos assuntos alheios foram introduzidos a esta cura, que, se nós não dizemos que a corrompeu completamente, então no mínimo a impediu de ser [uma cura] absoluta. [E refiro-me aqui] aos assuntos que vêm para o Islam e que não fazem parte dele, sejam eles de crença, adoração, comportamento e boas maneiras, e devido a estas coisas [introduzidas] que o afligiram, este Islam está virado do avesso... o seu efeito não se manifesta na comunidade que o pratica.

Portanto, a falha não está no Islam, mas sim nas coisas que foram adicionadas a ele.

É por isso que nós sempre e sempre insistimos em dizer que se quisermos essa felicidade, não há nenhum caminho para ela, como já mencionamos, exceto através do Islam - mas não, se a expressão estiver correta, o Islam com uma compreensão 'elástica', mas com o entendimento especial baseado no Livro, na Sunnah e na metodologia do Salaf as-Saalih.

É então que ele, e nada mais, será a fonte de felicidade.

Seja qual for o caso, eu vejo que questões como esta são estudadas nas universidades que não são especializadas, na verdade, não dão importância em estudar o Islam, mas estão preocupadas com o estudo da cultura geral, quer seja o Islam, filosofia, secularismo ou coisas do tipo [ou seja, elas não sabem que a felicidade é encontrada em seguir o verdadeiro Islam, então elas gastam tempo tentando encontrar outras formas de alcançá-la].

Entre os muçulmanos, o entendimento é que não há nenhuma felicidade, exceto pelo apego ao Islam - Eu só queria acrescentar [através desta resposta a questão sobre] o apego ao Islam com o seu entendimento correto...
Fonte: Al-Hudaa wan-Noor, Tape 311


You have no rights to post comments